Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2013

Última semana da exposição "Biodiversidade de Alagoas" no Museu Palácio

Imagem
Por Pedro Barros - estudante de jornalismo
Com pouco mais de um mês e meio no Museu Palácio Floriano Peixoto (Mupa), a exposição "Biodiversidade de Alagoas", do Museu de História Natural (MHN), já conseguiu mais de 3 mil visitas. Depois de impressionar crianças, adultos, estudantes e turistas, a mostra permanece no local somente até o dia 30 (sexta-feira) e então segue para o salão da Biblioteca Central da Universidade Federal de Alagoas (Ufal).


Segundo a secretaria do Mupa, foram mais de 60 o número de grupos que visitaram o Mupa desde o início de julho, a maioria deles eram turmas de escolas de ensino infantil, fundamental e médio. Para a professora de ciências Ana Carla Barros Leite, que levou uma turma para ver a mostra, o contato com o objeto de estudo é um importante auxílio para o aprendizado da teoria. "A visualização é de extrema importância para facilitar o entendimento dos fenômenos naturais. Só com a teoria, há coisas que eles não conseguem nem imaginar"…

Diretor do Mupa anuncia prorrogação da exposição “Biodiversidade de Alagoas”

Imagem
Por Pedro Barros – Estudante de jornalismo

Em cartaz no Museu Palácio Floriano Peixoto (Mupa) desde 9 de julho, a exposição “Biodiversidade de Alagoas” tem atraído muita gente para conhecer as riquezas naturais de nosso Estado. Do início da exposição até ontem (13/08), foram registradas mais de 2400 visitas. Segundo o diretor do museu-palácio, José Márcio Passos, o rico acervo do Museu de História Natural da Universidade Federal de Alagoas e a divulgação intensiva para as escolas são os principais fatores que alavancaram o fluxo de visitantes. Devido à grande procura, a exposição foi prorrogada para o dia 30 de agosto. Confira a entrevista.

O que tem chamado atenção do senhor para a exposição “Biodiversidade de Alagoas”? O maravilhoso aumento de visitações, não só para a exposição temporária, mas para o próprio Mupa, pois 80% dos visitantes também visitam o acervo permanente. A maioria é de escolas, mas muita gente vem trazendo filhos; há muitos visitantes de fora, estrangeiros também. …