quarta-feira, 30 de agosto de 2017

Fim de Semana no Museu comemora a chegada da Primavera



13ª edição do evento acontece nos dias 2 e 3 de setembro, com programação diversa e atividades gratuitas


Graziela França- estudante de Jornalismo
Nos dias 2 e 3 de setembro, o Museu de História Natural (MHN) da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) realiza a 13ª edição do Fim de Semana no Museu. Desta vez, o evento será organizado pelo setor de Botânica, trazendo um clima primaveril e comemorando a chegada da estação mais florida do ano.
A programação traz atividades gratuitas, tendo como referência os valores da diversidade e generosidade. Serão minicursos, oficinas, mesas redondas, vivências ao ar livre, exposições, além das atrações culturais e artísticas com apresentações de Tango e Maracatu.
De acordo com Carlos Correia, um dos organizadores do evento, o Fim de Semana no Museu aproxima a ciência da população. “Eu vejo o projeto como um movimento muito necessário que busca estabelecer uma ponte entre as pessoas e os conhecimentos científicos sobre história natural que o MHN produz. Para mim, é importante reconhecer que o real significado do saber somente se expressa quando compartilhado contato com a comunidade”, destacou o biólogo.
O Fim de Semana no Museu acontece na sede do MHN, localizado na Avenida Amazonas, Prado (Praça da Faculdade). As atividades são das 9h às 12h e das 14h às 17h, nos dois dias de evento.
Serviço:
O quê: 13º Fim de Semana no Museu
Quando: 2 e 3 de setembro
Horário: 9h às 12h, 14h às 17h
Local: Av. Amazonas, Prado (Praça da Faculdade)

segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Trabalhos do MHN são apresentados em Congresso Nacional de Herpetologia



Estudante foi premiado em uma das categorias do concurso de fotografia do evento
Graziela França – estudante de Jornalismo
Bolsistas e estudantes colaboradores do Museu de História Natural (MHN) da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) participaram da 8ª Edição do Congresso Nacional de Herpetologia, entre os dias 14 e 18 de agosto, na Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (Ufms), em Campo Grande.
No evento foram apresentados 12 trabalhos pelos estudantes de Ciências Biológicas da Ufal Jonas Moraes, Luana Cavalcante, Michelly Cordeiro, Raphael Batista e Willams Fagner Soares. A professora Leonora Tavares Bastos, do Instituto de Ciências Biológicas e da Saúde (Icbs) também participou do evento.
Dos trabalhos apresentados, dez foram desenvolvidos no setor de herpetologia do MHN, ramo da ciência que estuda anfíbios e répteis, com a colaboração das biólogas Selma Torquato e Ingrid Tibúrcio. Os estudantes destacaram o incentivo para que eles pudessem participar do evento, levando resultados de pesquisa e apresentando em formato de pôsteres.
“Participar do congresso é importante porque existe a possibilidade de observar e aprender sobre técnicas de pesquisa desenvolvidas em diferentes partes do mundo, além de poder apresentar resultados de pesquisas realizadas no Museu e na Ufal”, comentou Willams Fagner.
Os trabalhos envolviam informações sobre levantamento de herpetofauna em Alagoas e no Rio Grande do Norte, histologia, banco de tecidos para análises moleculares e banco de imagens para facilitar o acesso às informações dos cerca de 13.500 exemplares de anfíbios e répteis depositados na coleção do setor no Museu.
Além das apresentações os estudantes também participaram de outras atividades, como palestras, minicursos e torneio de futsal.
Premiação no concurso de fotografia
No concurso de fotografia do congresso, o graduando Willams Fagner foi premiado na categoria Originalidade com uma foto do Aplastodiscus sp, conhecido como “Perereca flautinha”, registro feito na Estação Ecológica da cidade de Murici, Zona da Mata alagoana.
“Receber esse prêmio é importante, pois mantêm a tradição de vários pesquisadores alagoanos que são reconhecidos pelas imagens que produzem. Além disso, algumas atividades desenvolvidas no MHN que envolvem uso de fotografias, e ter prêmios associados a elas dá um maior valor científico e cultural. Pessoalmente, é muito gratificante, já que fotografia de natureza é uma das principais atividades que desenvolvo e que pretendo continuar desenvolvendo para mostrar o quanto a fauna que ocorre no Estado é rica e bela”, contou o estudante.

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

MHN promove 12ª edição do Fim de Semana no Museu



Evento vai oferecer curso para crianças de 8 a 12 anos
Graziela França- estudante de Jornalismo


Atividades científicas, culturais e artísticas já fazem parte da programação mensal do Museu de História Natural (MHN) da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), por meio do projeto Fim de Semana no Museu que chega a sua 12ª edição, nos dias 5 e 6 de agosto. O evento acontece na sede do MHN, localizado na Av. Amazonas, Prado (Praça da Faculdade), das 9h às 12h e das 13h às 17h.
Com uma programação variada e atrações para todo o público, o 12° Fim de Semana no Museu traz oficinas, cursos, palestras, aula de tango, apresentação da Orquestra Sinfônica da Ufal, poesia, entre outros. Serão muitas atividades práticas para despertar o interesse do público para a ciência, além das atividades culturais e artísticas.
Para a professora Flávia Moura, responsável pelo setor de etnoecologia e por esta edição do evento, a intenção é trazer a ciência no cotidiano, por isso o tema será Na cabeça e nas mãos.
 “A importância é ampliar o conhecimento científico na sociedade, atrair público para uma atividade de lazer saudável e educativa, estimular as pessoas a pensar em ciência como uma coisa muito interessante, de fácil compreensão e que ajuda no desenvolvimento pessoal e de nossa sociedade”, destacou a professora.
Além de toda a programação, uma novidade é um curso de Cientista Mirim, dividido em módulos ministrados a cada edição do Fim de Semana no Museu. Podem participar crianças de 8 a 12 anos.
Serviço:
O quê: 12° Fim de Semana no Museu
Quando: 5 e 6 de agosto
Horário: das 9h às 12h; 13h às 17h
Local: Av. Amazonas, Prado (Praça da Faculdade)