quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Artigo sobre Herbário MUFAL é publicado em edição especial de revista científica

O lançamento da edição especial da revista aconteceu no 66° Congresso Nacional de Botânica.


Graziela França
Estudante de jornalismo.


Com o intuito de atender a uma solicitação da Rede Brasileira de Herbários,  que a curadora e docente Letícia Ribes de Lima e o biólogo Carlos Jorge da Silva Correia realizaram um levantamento sobre  o Herbário Prof. Honório Monteiro do MHN-UFAL. O objetivo principal era estabelecer um panorama geral da situação das coleções botânicas brasileira. O lançamento do volume especial da revista Bioscience UNISANTA ocorreu em outubro deste ano, na cidade de Santos, São Paulo.

Capa da edição especial da revista UNISANTA Bioscience
“No caso do Herbário do MUFAL o principal objetivo é documentar a diversidade da flora nordestina, em especial, a alagoana, sendo  um depositário das coletas botânicas realizadas na região. Além disso, o Herbário é  laboratório para formação de futuros taxonomistas. “ Disse a curadora oficial do herbário, a docente Letícia Ribes de Lima.

O Herbário possui 3.334 exsicatas, das quais 2.433 são do estado de Alagoas, sendo as outras representantes de todas as regiões, e da América do Sul. As coleções foram obtidas através de pesquisas relacionadas a levantamentos florísticos, principalmente na Mata Atlântica e Caatinga.

Há um projeto, intitulado “Flora Fanerogâmica do Estado de Alagoas”, que aliado a  realização de levantamentos florísticos de remanescentes vegetacionais em Alagoas, pretende incrementar a coleção do MUFAL , já que o herbário ainda possui um acevo pequeno e pouco organizado quando se tratam de Gimnospermas, pteridófitas e carpotecas.

Exemplo de material tombado no Herbário MUFAL.

Sobre o Herbário:

O Herbário Professor Honório Monteiro está localizado no Setor de Botânica do MHN-UFAL, teve seu início no final da década de 70, como uma iniciativa da Profa. Rosário Rocha, no Centro de Ciências Biológicas da Universidade Federal de Alagoas (CCBI-UFAL).  Na década de 90 o curador do herbário do MUFAL passou a ser o Prof. Ramalho que transferiu a coleção para o Centro de Ciências Agrárias da Universidade Federal de Alagoas (CECA-UFAL). Após a aposentadoria do Prof. Ramalho o acervo do MUFAL voltou a pertencer ao CCBi-UFAL . Na primeira década de 2000 o Herbário foi transferido para o Museu de História Natural da Ufal (MHN-UFAL), onde permanece até hoje.

Nenhum comentário:

Postar um comentário